21/11/2017

Primeira universidade sem professores é inaugurada no Vale do Silício


O Airbnb é a maior empresa de hospedagens sem ter nenhum quarto de hotel. A Uber é a maior empresa de transportes de passageiros sem ter nenhum veículo. O San Francisco Deltas, time de futebol nos Estados Unidos, vendeu todos os ingressos para a temporada de 2017 sem ter nenhum jogador. Legal isso, né?

Conheça agora a 42, primeira universidade sem professores do mundo, inaugurada no Vale do Silício, berço das empresas citadas no parágrafo acima. Essa região do mundo é tão inovadora que nós criamos um programa educacional exclusivo para quem quer viver uma experiência por lá.

O modelo de ensino adotado pela universidade criada pelo empreendedor Xavier Niel combina ensino colaborativo e aprendizagem por projetos. Os alunos escolhem projetos, recebem ajuda dos coletas e fontes de pesquisas gratuitas disponíveis na internet. As avaliações são feitas pelos próprios colegas, escolhidos de forma aleatória.

A formatura dos alunos acontece quando eles atingem o nível 21 de desenvolvimento dentro do programa, que tem sua progressão semelhante às fases de um jogo. O prazo para formatura varia entre 3 e 5 anos.

Os criadores da universidade acreditam que o modelo de aprendizado que propõem seja melhor do que o método tradicional, que coloca os alunos numa posição passiva. Ou seja, eles esperam receber o conhecimento, ao invés de ir atrás dele.

Negócios inovadores como esse têm surgido no mundo todo. Se você quer entender melhor esse movimento, faça o treinamento online Startup de A a Z e saiba como criar empresas inovadoras. Mais de 3,5 mil empreendedores já participaram.

E você, acha que esse tipo de universidade daria certo por aqui?

Fonte: StartSe

 Conecte-se a Rede Brasileira de Cidades Inteligente e Humanas - Acesse-se: www.redebrasileira.org Imprimir