Bomba para captação de água movida a energia solar facilita a vida dos pecuaristas

Bomba para captação de água movida a energia solar facilita a vida dos pecuaristas



Criado pela Indústria de Motores Anauger, o sistema anauger solar é capaz de bombear até 8.600 litros de água por dia usando apenas energia vinda do sol, de forma limpa e sustentável

O sítio da família de Otávio Silva Santos, localizado em Itapemirim/ES, passou por uma grande transformação nos últimos meses, graças ao uso da energia solar na captação de água. Antes, os pecuaristas, que criam gado de corte, tinham dificuldade no uso de bombas elétricas para a obtenção de água potável para os animais e, com o uso do sistema anauger solar, bomba submersa vibratória movida à energia solar, a atividade se tornou fácil e econômica, pois viram as contas de energia cairem 30%. “Nosso trabalho é de agricultura familiar. E com incentivo da secretaria de agricultura de Itapemirim, começamos a usar a energia solar. E a economia foi surpreendente, nos fazendo ter planos de expandir nossa atuação, saindo apenas da pecuária e indo para agricultura. E, toda essa economia vem acompanhada pelo fato de que não agredimos o meio ambiente tirando água dos poços”, conta Otávio.

A Anauger foi pioneira ao trazer essa tecnologia ao mercado, em 2011. O produto é indicado para a captação de água de poços e cisternas em quaisquer localidades que tenham incidência solar. A tecnologia consiste em uma bomba submersa vibratória que capta até 8.600 litros de água/dia com sol intenso, usando exclusivamente a energia solar.   O sistema proporciona altas vazões de água, com baixa potência e bombeamento constante, independente de variações no nível de irradiação solar. A água é captada dos poços para a superfície, abastecendo bebedouros ou reservatórios. O produto funciona através de tecnologia fotovoltaica. A luz solar, armazenada nos painéis passa pelo driver, que a converte em energia elétrica promovendo o funcionamento da bomba.

O acesso à tecnologia do sistema anauger solar foi concedido por meio de um projeto subsidiado pela Secretaria de Agricultura de Itapemirim/ES, que promove um cadastro e análise de situação dos agricultores e pecuaristas da região. Os interessados podem fazer cadastro junto ao órgão e, após análise é feita a doação de um kit, que consiste em vários itens, entre eles o sistema anauger solar, composto por bomba, driver e módulo solar fotovoltaico.  O secretário de agricultura de Itapemirim, Luciano Henriques, conta que a ideia do projeto veio de uma necessidade da região. “A população sofreu muito com a seca nos anos de 2015 e 2016 e, por conta da demanda começamos a buscar alternativas para ajudar os agricultores. Achamos as placas fotovoltaicas a solução perfeita e, hoje, estamos satisfeitos em poder benefíciars diversas famílias com acesso à aágua de forma limpa e sustentável”, diz Henriques.

Com a economia e os benefícios do sistema anauger solar, a família de Otávio pretende expandir os negócios com o sítio. “Estamos preparando uma plantação de café e, com essa tecnologia será possível ter um sistema eficiente de irrigação”, conclui.

Fonte: tratamentodeagua.com.br




Brasil ultrapassa o Canadá e ocupa 8º lugar em capacidade de usinas eólicas

Brasil ultrapassa o Canadá e ocupa 8º lugar em capacidade de usinas eólicas

A internacionalização das cidades brasileiras

A internacionalização das cidades brasileiras

Smart City Expo Curitiba trará especialistas em cidades reconhecidos em todo o mundo

Smart City Expo Curitiba trará especialistas em cidades reconhecidos em todo o mundo

Juazeiro do Norte se destaca com o projeto de Cidade Inteligente no Ceará

Juazeiro do Norte se destaca com o projeto de Cidade Inteligente no Ceará

STARTUPS CRIAM TECNOLOGIAS DESTINADO A CIDADES INTELIGENTES

STARTUPS CRIAM TECNOLOGIAS DESTINADO A CIDADES INTELIGENTES

TOMI recebe prémio mundial de cidades inteligentes

TOMI recebe prémio mundial de cidades inteligentes

São Paulo sediará rodadas de negócios com startups ligadas às cidades inteligentes

São Paulo sediará rodadas de negócios com startups ligadas às cidades inteligentes

Empreendedorismo de impacto é tema do Jump Sessions 23 no Apolo 235

Empreendedorismo de impacto é tema do Jump Sessions 23 no Apolo 235

Internet das Coisas. Mercado prepara crescimento explosivo

Internet das Coisas. Mercado prepara crescimento explosivo

Empresas de tecnologia negociam a criação de cidades inteligentes

Empresas de tecnologia negociam a criação de cidades inteligentes



Paginas ( 1 / 43 ) Próxima