60% dos jovens estão aprendendo profissões que vão deixar de existir

60% dos jovens estão aprendendo profissões que vão deixar de existir



De acordo com o relatório The New Work Order, divulgado pela Foundation for Young Australians (FYA), mais da metade dos estudantes do país estão atrás de carreiras que se tornarão obsoletas pelos avanços tecnológicos e automação.

Em um apontamento preocupante, a pesquisa mostra que 60% dos jovens entram no mercado de trabalho em empregos que serão “radicalmente afetados pela automação”, que pode ocorrer dentro dos próximos 10 a 15 anos.

A CEO da FYA, Jan Owen, disse que enquanto a taxa de desemprego e subemprego para os jovens na Austrália já é de cerca de 30%, as chances de conseguir uma posição no mercado de trabalho vão continuar a encolher.“Nossa análise descobriu que 60% dos estudantes ocuparão empregos que terão um nível de automação de dois terços nas próximas décadas”, destacou.

O relatório também afirma que a forma como trabalhamos mudará – mais automação, globalização e carreiras mais colaborativas poderiam ajudar a diminuir as barreiras do trabalho e tornar nossa vida mais flexível e menos regulada.

No entanto, essas mudanças também podem levar a aumentos de desemprego, desigualdade e insegurança no emprego. Preparar-se para essas mudanças é fundamental: adaptar à Nova Economiaé uma grande necessidade atualmente. Por isso, o StartSe está promovendo um curso sobre o assunto com Maurício Benvenutti, autor do bestseller Incansáveis.

O relatório recomenda que se dê mais ênfase às habilidades digitais e ao empreendedorismo para os jovens. Acrescenta também que a redução dos impostos para os trabalhadores de baixa renda e a concessão de mais direitos aos trabalhadores freelancers poderiam ajudar a preparar a economia e a sociedade da Austrália para o futuro.

Fazendo coro, no ano passado, um relatório dos professores da Oxford, Carl Benedikt Frey e Michael Osborne, descobriu que um terço de todos os empregos no Reino Unido se tornará obsoleto pela robótica nos próximos 20 anos.

Os trabalhos de secretariado, administrativos e de caixa já foram prejudicados pelos avanços da computação e acredita-se que muitos empregos em seguros e trabalhos manuais podem estar em risco significativo de serem automatizados.

Fonte: Startse






Primeira universidade sem professores é inaugurada no Vale do Silício

Primeira universidade sem professores é inaugurada no Vale do Silício

Curitiba é escolhida capital latina das cidades inteligentes

Curitiba é escolhida capital latina das cidades inteligentes

Há um apetite no Brasil para inovação, diz sócio de maior aceleradora do mundo

Há um apetite no Brasil para inovação, diz sócio de maior aceleradora do mundo

Existem 1195 versões de criptomoedas no mundo: conheça as principais

Existem 1195 versões de criptomoedas no mundo: conheça as principais

Nubank anuncia lançamento de conta-corrente: a NuConta

Nubank anuncia lançamento de conta-corrente: a NuConta

A tecnologia vai permitir o Walmart economizar milhões eliminando caixas

A tecnologia vai permitir o Walmart economizar milhões eliminando caixas

O Shopping Center tradicional está para morrer (e vai nascer algo no lugar)

O Shopping Center tradicional está para morrer (e vai nascer algo no lugar)

Mais um exit no Brasil: Linx compra startup ShopBack por R$ 39 milhões

Mais um exit no Brasil: Linx compra startup ShopBack por R$ 39 milhões

60% dos jovens estão aprendendo profissões que vão deixar de existir

60% dos jovens estão aprendendo profissões que vão deixar de existir

13 startups que estão mudando o varejo no Brasil

13 startups que estão mudando o varejo no Brasil



Paginas ( 1 / 41 ) Próxima