Google lança programa de aceleração de startups no Brasil

Google lança programa de aceleração de startups no Brasil



A Google anunciou nesta quinta-feira (5) o Launchpad Accelerator São Paulo, um programa focado em ajudar startups a criarem produtos e tecnologias. A empresa deve ajudar 35 diferentes negócios em um programa de três meses.

“O ecossistema brasileiro de startups vive um momento único, com muitas histórias de sucesso que se tornaram inspiração para outros fundadores e exemplo para atrair novos investimentos. Para manter esse ciclo virtuoso, é fundamental continuar a investir em programas de apoio para os empreendedores que estão em busca da próxima grande inovação”, diz Rodrigo Carraresi, gerente de programas do Google Developers.  

Em comunicado, a Google diz entender que o desenvolvimento de tecnologias é o grande diferencial para o trabalho e por isso oferece infraestrutura e serviços. O foco da aceleradora será Inteligência Artificial, Machine Learning, Android, Google Cloud Platform e soluções web (Progressive Web Apps, Accelerated Mobile Pages, entre outras).

O programa funcionará em um projeto de três meses em que a Google vai fornecer suporte para desenvolvimento de um projeto, com mentoria e acesso a tecnologias da empresa. Além disso, as empresas escolhidas terão aporte entre US$ 20 mil e US$ 100 mil em créditos de produtos Google e suporte dedicado.

O conceito de startup pode ser muito amplo e subjetivo. Entretanto, entende-se que se trata de uma organização temporária, cujo fim é se tornar (ou vender-se para) uma empresa de maior porte. Com base nisso, é um dos momentos mais importantes e que exigem mais apoio de financiadores externas ou empresas parceiras.

Um levantamento realizado pela Fundação Dom Cabral em 2014 mostrou as principais causas de mortalidade das startups brasileiras. O estudo analisou as respostas de 221 questionários enviados a startups de todo o Brasil, chegando ao resultado de que 25% delas encerravam suas atividades em até um ano. Ainda, 50% não passava de 4 anos e 75% morrem depois de 13 anos.  Essa pesquisa examinou, sobretudo, empresas voltadas para inovações tecnológicas e produtos da área de engenharia.

Outro estudo, da StatupFarm, de 2016, apresentou que 74% das empresas neste estágio fechavam em 5 anos, com base em uma análise de 191 negócios pelo Brasil.

Como participar?
As startups interessadas em participar do programa de aceleração da Google precisam se inscrever pelo formulário da empresa até 23 de abril, sendo que o início dos trabalhos será em 14 de maio. Ao todo, a Google pretende apoiar até 35 startups.

A empresa acredita que o programa pode interessar a empresas que tenham um modelo de negócio validado, mas que estão trabalhando no ajuste do produto para o mercado. Por fim, é preciso que haja a disponibilidade de um ou mais integrantes para participar das atividades alocados em São Paulo.

Fonte: canal tech





Cuiabá testa semáforos inteligentes

Cuiabá testa semáforos inteligentes

SAIBA QUAIS SÃO AS CIDADES COM A MELHOR QUALIDADE DE VIDA NO MUNDO

SAIBA QUAIS SÃO AS CIDADES COM A MELHOR QUALIDADE DE VIDA NO MUNDO

Como construir cidades inteligentes  e baratas

Como construir cidades inteligentes e baratas

Missão brasileira de Smart Cities ao Canadá acontece em maio

Missão brasileira de Smart Cities ao Canadá acontece em maio

Novos modelos de negócios para cidades inteligentes

Novos modelos de negócios para cidades inteligentes

Adoção de tecnologia no ensino ganha força

Adoção de tecnologia no ensino ganha força

Canais abertos devem negociar exibição com TV a cabo, determina Anatel

Canais abertos devem negociar exibição com TV a cabo, determina Anatel

Já conseguiu respirar fundo na sua rua, hoje?

Já conseguiu respirar fundo na sua rua, hoje?

Cidades inteligentes devem ter soberania tecnológica

Cidades inteligentes devem ter soberania tecnológica

Google lança programa de aceleração de startups no Brasil

Google lança programa de aceleração de startups no Brasil



Paginas ( 1 / 44 ) Próxima